quarta-feira, 17 de agosto de 2011

Amiga Fura olho é coisa do Capeta!


Ter amigos sinceros hoje em dia é uma coisa muito difícil, e ainda mais entre as mulheres, que estão cada vez mais competitivas, principalmente no mercado da solteirice.

Recentemente uma amizade que havia começado por interesses PROFISSIONAIS em comum, acabou terminando por interesses AMOROSOS em comum. Eu, a traída, sou uma jovem workaholic, possuo uma vida social super agitada, porém tô solteira faz um tempinho!
Já minha "amiga", a Capirota falsa, é um pouco mais velha do que eu, mas por ter se divorciado recentemente está tentando retroceder no tempo (...) curtindo a vida como uma divorciada estagiária e deslumbrada com os primeiros momentos de sucesso que sua vida profissional pode trazer. 

Ela sempre soube de todos os meus passos, assim como ela também costumava me confidenciar os dela.  Nós eramos cúmplices, amigas e torcíamos muito uma pela outra até que (pausa dramática) um homem - SIM, O MAL NECESSÁRIO - teve que mais uma vez interromper essa linda história de amizade. 
Eu falei LINDA?

Se vocês não identificaram, há alguns erros de continuidade. O primeiro é que a última vez que eu havia vivido um caso assim, foi nas velhas épocas de colégio. E REALMENTE, coisa de gente sem caráter não tem época e nem idade. O segundo é que coloquei a culpa só no homem, né? Somos craques em fazer isso, mas sabemos que a culpa é dos dois!

HAHAHAHAHA, as mulheres são um milhão de vezes piores quando querem chamar atenção, quando querem ser a mais desejada e quando querem que a "amiga" se sinta mal. Tá, mas fazer isso com a outra pessoa é ser amiga de verdade? Pausa.



Enfim, vamos as vias de fato. A Capirota falsa sabia toda a minha história com o dito cujo. Só que a um tempo eu estava às boas com o MAL NECESSÁRIO, mas sem ter nenhum tipo de envolvimento, porém ainda com sentimento. 
Ok, mas o fato é: Com tanto homem no mundo a "amiga" vai querer logo AQUELE? O "seu"??? 
SIM, e aí então fui surpreendida novamente!

Cheguei num restaurante pra desopilar um pouco quando encontro com os dois conversando "ao pé do ouvido" (vai ver que o ambiente tava barulhento, não é mesmo? NÃO). Ele todo atencioso com ela (afinal, até de carona com ele ela estava), pagando bebida e tudo mais (um MOTEL depois dali, quem sabe????).
E eu fiquei de longe fingindo que não vi a cena.

E a Capirota falsa no dia seguinte ainda teve a coragem e a cara de pau de me desculpas, dizendo que eu tinha entendido mal, que não era nada do que eu estava pensando.

Bom, eu (como ótima idiota que sou) ainda fui pedir opinião de terceiros  para ver se aquilo não passava de alucinações de uns 2 a 3 copos de caipirinha. Mas definitivamente NÃO, meus amores! VAMOS ENCARAR OS FATOS. Ela passou a noite LINDA, sorrindo pelos quatro cantos da mesa, viu que eu tinha visto e fez questão de mostrar que era a mulher mais feliz daquele restaurante. E sabe quando nenhum dos dois consegue olhar nos seus olhos? Pois é...

Uma coisa eu aprendi: DESCONFIE de quem não olha nos seus olhos, pois algum problema tem.

O fato é que hoje os dois devem estar rindo nas minhas costas, mas não importa. Eu sou MAIS eu, sabe? E temos que ser assim mesmo. Só foi mais alguém que passou na minha vida, contribuiu com algo bom (e ruim também) e se foi. A página virou, e que venham as próximas! 

Tempo de chorar não tenho mais, nem idade. Tempo é dinheiro, e eu preciso trabalhar. Beijos 

#desabafo


5 comentários:

  1. a minha amiga e asim fala q nao e mas e

    ResponderExcluir
  2. a minha amiga e igual aela nunca desconfia kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkne

    ResponderExcluir
  3. pior a diabinha e muito gostosa e lindaaaaaaaaaaaaaaaaaaa eu gostei de vocccce

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. e mesmo ela e muiti gostosa

      Excluir

Deixe seu comentário diabólico aqui